Filhos, Gente que esclarece

Seu filho acorda chorando? 4 coisas que você precisa saber

Os pais sabem que a rotina de sono com os pequenos nem sempre é fácil. Cada criança se comporta de um jeito e possui as suas peculiaridades quando o assunto é dormir.
No entanto, quando o bebê acorda chorando, é importante pontuar 4 coisas que podem ajudar a melhorar o sono da família. Confira as dicas da consultoria em sono infantil Maternity Coach:
1 – Nem sempre é fome: quando um recém-nascido ou mesmo bebê acorda chorando normalmente relacionamos isso com fome. No entanto, antes de associar o conforto com o peito ou outro leite, mesmo para aqueles que mamam em livre demanda, é importante descartar outras possibilidades, como fralda suja, frio, calor e até mesmo dor e outros incômodos, como cólica e resfriados.
2 – Um grande motivo pode ser uma associação errada de sono: muitos bebês acordam chorando por terem associações erradas de sono. Por exemplo: um bebê que só consegue dormir com a chupeta. Se ela cair durante a madrugada e seu bebê ainda não conseguir pegar de volta, ele irá chorar até que alguém a coloque na boca dele de novo. Isso é uma associação de sono. Porém nem todas as associações de sono são tão simples para resolver e isso vai exigir uma dose extra de paciência dos pais.
3 – Os bebês dormem em ciclos: algo importante a ser lembrado é que todos nós (bebês, crianças e adultos) acordamos várias vezes. O ciclo de sono de um bebê é ainda mais curto do que o de um adulto, portanto eles acordam mais vezes, e, é exatamente no fim de cada ciclo que seu bebê pode precisar de ajuda se ele tiver uma associação errada de sono. Simplesmente ele não sabe dormir de outro jeito, é como se mandassem um adulto dormir de olhos abertos. Para dormir, precisamos fechar os olhos, os bebês precisam ser embalados, alimentados, precisam da chupeta, etc.
4 – O choro é um sinal de que o tempo de sono ainda não foi suficiente: alguns bebês também choram um pouco (cerca de 2 minutos) entre os ciclos, mas não precisam de ajuda para voltar a dormir. O choro é apenas um sinal de que o tempo de sono ainda não foi suficiente e o bebê precisa de um pouco mais. Nestes casos, a mãe pode esperar um pouco para atender o bebê, deixando que ele se acalme sozinho e volte a dormir.
Se o seu bebê chora muito para dormir ou durante a madrugada, depois de perceber que não é fome ou algum incômodo, considere a hipótese da associação errada de sono e procure mudar as associações.
Uma consultora de sono pode ajudar no passo a passo para tirar a associação e deixar suas noites muito mais tranquilas e restauradoras.
Sobre o Autor:

Redação do IM - Com informações da Assessoria

Do site:



No Comments

Leave a Reply