Experiências, Gente que compartilha

Quando o cansaço bater forte

Hoje tem uma estreia linda aqui no blog, uma nova colunista começa a fazer parte do time Gente que colabora é a Sheila Mendonça, mãe de três que vai trazer textos super especiais desse universo. Ela começa com um texto para refletirmos sobre a rotina materna. Confira!

É normal em nossa caminhada com os filhos nos sentirmos frustradas com as dificuldades que encontramos, diárias, diga-se de passagem. Não que possamos expressar da forma que queremos quando encontramos esses desafios! Afinal, quem de nós nunca pensou “onde é que eu fui me meter? ” ou “pára o mundo que eu quero descer!”?

Quantas vezes ficamos ali sentadas no chão da sala bagunçada, com o pensamento voando, imaginando onde estaríamos ou o que faríamos se não tivéssemos embarcado nessa, ao som do DVD da Galinha Pintadinha, que já está na terceira repetição? Quem nunca parou para pensar assim, que atire a primeira pedra, lembrando que todas temos o telhado de vidro!

Se amamos nossos filhos? É claro que sim! Mais que tudo na vida! Somos péssimas mães por pensarmos assim?

Não! Somos apenas humanas, absurdamente cansadas da rotina. Saiba que todas nos sentimos assim às vezes. Essas mães felizes das redes sociais não existem, não completamente…

Porém, em momentos de desanimo, lembre-se, olhando para aquelas bochechas rosadas que por nove meses você esperou ansiosamente para ver, que vale a pena. Antes, éramos mulheres comuns. Agora, contudo, somos extraordinárias! Sim, nós somos!

É o nosso beijo que tem poderes curativos. Eles se acalmam ouvindo nosso coração e chegam a respirar no mesmo ritmo, como que ensaiados. Somos as mais sabichonas do mundo! Sempre temos resposta para tudo, tudo! Construímos castelos magníficos e indestrutíveis, feitos de lençóis e cadeiras. Contamos as histórias mais incríveis e interessantes. Dançamos desajeitadamente bem. Somos as mulheres mais lindas do mundo, mesmo que vestidas de camisola e cabelo “esgandaiado” (como uma boa mineira diz…), às 7 da manhã! E em nosso abraço, debaixo de nossas asas, eles buscarão abrigo pelo resto de suas vidas! Que privilégio, hein? Somos ou não somos extraordinárias?

Por isso, linda mamãe, ao se olhar no espelho, tenha certeza do trabalho magnífico que faz e estufe o peito com o orgulho.

Na dúvida, faça um teste. Abra o seu melhor sorriso para esse anjinho que, provavelmente, está agarrado nas suas pernas, aí pertinho de você, e veja que amor ele retribuindo com um sorriso maior ainda! Valeu, não foi? Tenho certeza que sim!

“Sheila Trindade é Relações Públicas e empreendedora. Inquieta, curiosa e amante por literatura, sempre viu nas crônicas de Mario Prata, uma inspiração para transformar o cotidiano em texto bonitos e interessantes, que trouxessem leveza à vida com um toque de humor. E foi exatamente pensando nisso que decidiu criar o “Uai, mãe!?”, para dividir sua rotina com os três filhos, Samuel de 6, Bernardo de 3 e Luiza de 1 ano e meio, contando suas dúvidas e receios, compartilhando com outras mamães sua experiência de forma leve e descontraída, mostrando a rotina de uma típica família mineira. Ela quer provar que maternidade pode ser uma experiência gostosa e prazerosa. Acredita que uma mãe feliz, divertida, realizada e segura de si mesma, ensina aos filhos e ao mundo que mulher é sim, multitarefas e por isso, consegue conciliar tudo que a realiza. Portanto, nada mais normal que criar os filhos e ser feliz ao mesmo tempo! Página no Facebook: https://www.facebook.com/bloguaimae Blog: http://uaimae.blogspot.com.br/

Sobre o Autor:

Do site:



1 Comment

  • Reply Cirlene at

    Texto excelente e reconfortante! E acima de tudo, necessário. Obrigada 🙂

  • Leave a Reply