Conversa Materna, Gente que esclarece, Gestação, Parto e Amamentação

Prepare-se para o mais importante

Pouca gente vai falar pra você, mas há muito mais do que o enxoval para preparar quando a gente se descobre grávida: se preparar para receber seu filho. Pra mim, ninguém falou e senti uma falta imensa.

Algumas pessoas vão te falar de noites mal dormidas, de como é cansativo esse começo, mas não é disso que estamos falando.

Claro que é muito importante se preparar fisicamente. O primeiro ano da maternidade exige muito da gente. Alimentar-se bem, praticar exercícios dentro das possibilidades, se hidratar bastante são premissas para se ter um pós-parto mais saudável.

Também é muito importante preparar o enxoval, claro! Os objetos são sim de muita utilidade e auxiliam demais a gente no dia a dia, mas o que realmente estará à prova, é nossa preparação íntima.

Em outras palavras: estudar, pesquisar, se conhecer, buscar apoio. Isso tudo será realmente extremamente útil no pós-parto, determinando muitas vezes a qualidade desse período.

Pra começar, isso foi algo que demorei para aceitar, mas quanto mais informação a gente tiver sobre a criança, seus saltos de desenvolvimento, períodos sensíveis, mais paciência e discernimento teremos para tomar decisões, juntos claro, com nosso instinto materno.

Atualmente, temos grandes escritores, profissionais e pesquisadores com muita informação de qualidade sobre os vários aspectos da criança, assim como grandes blogs, tudo a nossa disposição.

Pesquisar sobre todo esse momento, ler relatos de outras mães, conversar bastante e recolher aquilo que é bom, que será de fato útil, ajuda a ter mais ideias do que fazer em determinadas situações.

A maternidade é o maior exercício de auto-conhecimento que existe, mas nem por isso, que vamos entrar de cabeça, sem se preparar pra isso. Exercícios de relaxamento, meditação e reflexão, ajudam a gente a se conhecer e se reconectar para receber seu bem mais precioso.

E não se esqueça da rede de apoio. A gente pode até querer, mas a rede de apoio é fundamental nesse momento. Não precisamos dar conta de tudo sozinhas. Eu caí nesse erro e tive um forte baby blues.

O puerpério é um momento muito atípico da maternidade. A gente acabou de passar por toda uma gestação, mas agora temos o filho ali em nossos braços e uma rotina totalmente diferente da anterior. Há cansaço, dúvidas, tensões e quando temos uma rede que compreende e auxilia, esse momento se torna mais prazeroso e memorável.

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply