Eventos/Passeios/Lugares, Gente que indica

O que as crianças podem aprender ao passar um dia no pantanal

A relação que as crianças têm com a natureza é linda. É uma relação tão natural, pena que um pouco disso se perde com o tempo. Por isso, é importante, sempre que possível, cultivar essa relação, deixá-los livres e explorar novos lugares.

Um destino muito bacana para colocar as crianças assim, em pleno contato com a natureza é o Pantanal. Lá as crianças podem conhecer um ecossistema rico em fauna e flora além de aprender sobre a cultura da região.

Um hotel fazenda no pantanal é muito bom para crianças de todas as idades. Além da hospedagem ali mesmo em meio à natureza, eles possuem estrutura para imprevistos que podem acontecer com os pequenos.

Um dia no Pantanal vai gerar uma carga emocional e cultural na família inteira.

Alguns elementos da cultura do lugar que as crianças terão contato:

  • Tereré: a famosa erva-mate tão conhecida pelo chimarrão também faz sucesso em Mato Grosso do Sul, porém servida de outro jeito, com água gelada, ideal para enfrentar as altas temperaturas da região.
  • Quebra torto: é um café da manhã típico da região pantaneira, muito comuns nas fazendas do estado. É feito por ingredientes que seriam mais comuns em um almoço, como arroz carreteiro, ovos e farofa. Normalmente é consumido bem cedo, por volta das 4h da manhã, entretanto para os turistas e visitantes, os hotéis fazendas servem por volta das 10h.
  • Música: a música regional é outro ponto cultural que as crianças terão contato e de grande valia, não só pela música, mas também por todo o contexto com o qual elas terão contato com ela.

A maioria dos hotéis fazenda também possuem programação especial para os pequenos, tanto com oficinas, como com passeios que mostram a natureza, o lugar e despertam neles a consciência de preservação tão importante que eles tenham nessa fase da vida, para que cresçam adultos sensíveis a essas causas.

Além de tudo isso, o espaço com que as crianças podem brincar livremente com o pé no chão, não tem preço.

 

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply