Gente que compartilha, Histórias que Emocionam

gente que compartilha o relato de parto do Arthur

Bem-vindo Arthur por Luciana Primante publicado originalmente em no blog Meninas Plugadas! 

Eis que quinta-feira, dia 08/08, no final da tarde eu comecei a ter contrações regulares de 5 em 5 minutos. Apesar de regulares no tempo elas oscilavam na intensidade. Para não sair correndo com outro alarme falso, esperei em casa para ver se as contrações aumentavam, enquanto isso tomei um banho, lavei e sequei meu cabelo. Foi o tempo do Danilo chegar em casa e arrumarmos tudo para sair rumo ao hospital.

Cheguei na maternidade por volta das 20h, estava com 3cm de dilatação. Meu médico que já esperava para me internar na noite seguinte para fazer indução, resolveu adiantar a internação. Fui para a LDR por volta das 22h com 4cm de dilatação, quando iniciaram a indução com ocitocina.

Às 23h eu já estava tendo contrações mais ritmadas e fortes, comecei a entrar de leve em desespero. O Danilo chamou a enfermeira que me aconselhou a ir para a banheira, pois ajudaria a relaxar um pouco. Realmente foi ótimo! Enquanto estava na banheira minha bolsa estourou, saindo de lá eu já estava com 6cm de dilatação, era quase 24h. Por volta da 00h30 meu médico chegou à sala, ele virou o bebê com a mão para encaixa-lo na posição correta, e me pediu para fazer força para que bebê descer. Como eu já não aguentava as dores pedi a anestesia. Tomei a anestesia à 1h, logo após isso já começaram a arrumar a sala para o grande momento. Eu estava com 9cm de dilatação. E foi quando comecei a fazer força de verdade! Claro que a anestesia ajudou muito, mas ela também atrapalha pois você perde a noção de quanta força está ou não fazendo.

E foi assim que às 1h48 do dia 09/08 que o Arthur veio ao mundo!

Infelizmente eles te deixam pouco tempo com o bebê logo que ele nasce. Eu ainda tive que tomar uns pontos e me recuperar da anestesia, por volta das 4h eles me trouxeram ele para amamentar e ficar comigo, cerca de 1h. Às 5h eu tive alta da anestesia e me liberaram para subir para o quarto. Apesar de extremamente cansada não dava para relaxar e dormir. Eu só pensava em tudo que tinha acontecido, parecia surreal ainda. A ficha foi começar a cair quando me trouxeram ele para o quarto na manhã seguinte.

No mesmo dia mais tarde eu já levantei tomei banho e as enfermeiras me mandaram passear. Então lá fui eu ver meu pequeno no berçário trocando a fralda. É engraçado a reação das pessoas ao saberem que eu tinha feito parto normal, tantos enfermeiras como outras pessoas do hospital, varia de surpresa à admiração. Até na hora de ir embora o cara do estacionamento não acreditou quando eu desci uma escada de 3 degraus (!!!). Juro que fiquei imaginando como é depois de uma cesária.

Na verdade, estar com ele em casa agora me faz acreditar que é real mesmo! haha Não tem como explicar a sensação de ver o rostinho do seu filho pela primeira vez, afinal você esperou 9 meses para isso! E a satisfação de ve-lo mamar e quando ele abre o olhinho pela primeira vez e fica te encarando, como se estivesse pensando: “Ah então era você que conversava o dia todo comigo?”.

Sei que esse foi apenas o primeiro de muitos momentos especiais que teremos juntos, e eu estou muito feliz por isso! 🙂

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply