Filhos, Gente que esclarece

Dicas para ter sucesso na amamentação

A experiência da amamentação é muito única e pessoal. Mesmo que cada pessoa, em cada filho tenha uma história diferente pra contar, uma coisa não podemos negar: a informação de qualidade faz toda a diferença.

Aqui foram duas filhas e duas histórias de amamentação bem diferentes, mas percebi que, quanto mais informação e apoio nós tínhamos, melhor e mais tranquila foi a amamentação.

Por isso, neste post, vamos reunir algumas dicas para te ajudar a ter sucesso na amamentação, o que não substitui a orientação médica, de um banco de leite e nem de uma consultora em casos de necessidade:

Tire todas as suas dúvidas

Não importa que dúvida seja, procure ajuda e tire todas as suas dúvidas sobre amamentação. Quanto mais informação tiver, melhor! Você pode fazer um curso de gestante ou procurar o banco de leite mais próximo de você.

Preparação e lubrificação do seio

Preparar os seios para a amamentação é simples. Esqueça as buchas e etc. O que você vai precisar é de sol, ar e o próprio leite. Deixe os mamilos bem ventilados o máximo possível, tome sol pelo menos 20 minutos por dia (aquele sol do começo da manhã ou do fim da tarde) e depois de cada mamada, você pode passar o próprio leite em volta do bico.

Procure uma posição confortável

Mãe e bebê devem encontrar a melhor posição para ambos. O fundamental é que a pega esteja adequada e eficaz, e vocês dois permaneçam aconchegados.  Use uma almofada de amamentação para não cansar o seu braço. Aqui indicamos a Meu Nani que possui um formato anatômico, apoiando o corpo do bebê e deixando a mãe bem relaxada e tranquila. Coloque também um apoio para os seus pés. Nos primeiros dias após o parto, é muito provável que os seus pés ficarão inchados, por esse motivo é imprescindível elevá-los. A posição recomendada para favorecer o processo de amamentação e promover o bem-estar entre mãe e bebê, é aquela em que suas coxas ficam paralelas ao chão.

Pega correta

No momento da amamentação, use roupas confortáveis. Sente-se com a coluna ereta e os pés apoiados em um banco. A barriga do bebê deve estar voltada à barriga da mãe. Deixe o corpo e a cabeça do pequeno bem apoiados, e o pescoço levemente estendido para promover a pega. Apoie bem o bumbum do neném. Coloque a cabeça da criança na mesma altura da mama, e o nariz no mesmo nível do mamilo. Segure o seio com os dedos em forma de “C”, este método é utilizado para direcionar a pega de forma correta. Passe o mamilo entre o nariz e o lábio superior do bebê, pois assim estará o estimulando a abrir bem a boca. Quando notar que a boca da criança está bem aberta e a língua abaixada, movimente-o em direção à mama para que ele abocanhe grande parte da aréola.
Verifique se a pega está correta:
·         É possível ver mais aréola abaixo do lábio inferior do que acima do lábio superior;
·         O lábio inferior do bebê está virado para fora;
·         A cabeça está bem amparada;
·         Você não sente dor;
·         Você ouve o bebê deglutindo o leite depois de sugar a mama;
·         O seio não está interrompendo a respiração do bebê;
·         O queixo está encostado na mama.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os bebês mamem apenas o leite materno (sem oferecer água ou chás) nos primeiros 6 meses de vida e em livre demanda, ou seja, durante o tempo que desejarem, quantas vezes quiserem.

Cuidado com os bicos artificias

Os bicos artificiais podem causar o desmame precoce, por isso, muito cuidado com chupetas e mamadeira. Os bicos de silicone são recomendados quando os mamilos estão muito doloridos e rachados, pois muitas mães afirmam a melhora da dor com o uso. Entretanto, assim que a lesão melhorar um pouco, retorne de imediato a oferecer o próprio bico do seio, que definitivamente é sempre o melhor e não provoca o desmame precoce.
Quer conhecer mais sobre o Meu Nani?
Acesse o site aqui!  Visite o Facebook e o Instagram! 🙂

post

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply