Filhos, Gente que esclarece

Dicas para escolher a cadeirinha do carro ideal

Se tem um item que não pode faltar em qualquer enxoval é o dispositivo de retenção. Não sabe do que estou falando? É do bebê conforto e das cadeirinhas de carro, eu também não sabia que tinham esse nome, mas descobri o termo quando fomos comprar e nos deparamos com diferentes modelos.

E é normal ficarmos em dúvida de qual modelo escolher, a hora correta para trocar, e etc. A legislação brasileira estabelece o tipo de dispositivo de acordo com a idade da criança, mas ao escolher, também se deve levar em consideração o peso e altura de quem vai usar que vêm especificados no manual do produto.

Basicamente temos três principais tipos de dispositivos de retenção: o bebê conforto, a cadeirinha e o assento de elevação.

O bebê conforto são cadeirinhas indicadas para recém-nascidos até o limite de 9kg (alguns modelos suportam até 13kg). São bem reclinadas e posicionadas de costas para o banco da frente. Possui um cinto interno de 5 pontas e alguns modelos podem vir com uma base que fica sempre instalada no carro e que facilita na hora de tirar e colocar o bebê-conforto.

Quando a criança chega ao limite de peso do bebê-conforto, mas ainda não chegou a um ano de idade, é preciso fazer a troca por uma cadeirinha reversível que carrega a criança também  de costas para o banco da frente, aumentando assim a segurança em caso de impacto. Essas cadeirinhas, geralmente suportam crianças de 0 a 16kg.

Também existem as cadeirinhas que só carregam a criança virada para a frente, mas nelas só podemos colocá-las a partir de 1 ano de idade e mais de 9kg. Mesmo assim, se possível, leve seu filho de costas para o banco da frente o maior tempo possível por causa da segurança.

O próximo dispositivo é o assento de elevação que deve ser usado com crianças de 4 a 7 anos segundo a legislação brasileira. Esses assentos podem ou não ter encosto. Caso opte por um ser encosto, lembre-se que o veículo deve possuir proteção para a cabeça que evitam o “efeito chicote”, caso contrário, prefira o assento com o encosto.

Apesar da legislação apontar a obrigatoriedade desse dispositivo até 7 anos de idade, especialistas recomendam que seja usado com crianças de pelo menos 1,45m.

Após essa idade (e tamanho) a criança pode ir diretamente no banco de trás, sempre com o cinto de segurança.

Veja os principais pontos da resolução do Conselho Nacional de Trânsito:

  • Crianças de 0 a 1 ano têm que usar bebê-conforto ou poltrona reversível voltados para a traseira do veículo.
  • Crianças de 1 a 4 anos têm de usar cadeirinha.
  • Crianças de 4 a 7 anos e meio têm de usar assento de elevação, ou “booster”, com o cinto de segurança de três pontos do carro.
  • Crianças de 7 anos e meio a 10 anos devem viajar no banco traseiro com o cinto de segurança do veículo.
  • Montadoras e fabricantes de veículos podem estabelecer restrições extras ao uso de cadeirinhas, e essas restrições devem constar do manual do carro.

Instalação correta

Tão importante quanto escolher corretamente a cadeirinha do carro é fazer a instalação adequada.

Para isso, siga corretamente o manual de instruções do produto, já que não há uma instrução universal.

Lembre-se de verificar as condições do cinto de segurança do carro que é o que vai segurar a cadeirinha de maneira justa no veículo.

post

 

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply