Gente que esclarece, Infância

Dicas de segurança para o uso do sling

Slingar é tudo de bom! São vários os benefícios para bebês e pais que seu uso adequado traz, como a diminuição das cólicas, eles dormem melhor, fortalece o vínculo entre pais e filhos, entre muito outros! E para usufruir de tantas coisas boas, que seu uso proporciona, é importante observar alguns itens de segurança, tanto para o bebê, quanto para quem o carrega, confira:

✔ A escolha do sling: para começar, procure fazer a escolha adequada do modelo do sling para o peso e idade do seu bebê. Preste atenção também, se as posições escolhidas para o uso, estão de acordo com estes itens.

✔ Bem ajustado: os slings devem ficar bem ajustados, nem muito apertados, nem muito folgados, mas o suficiente para deixar seu bebê aconchegado perto de você, o que fica mais confortável e seguro para ambos. Qualquer folga permitirá que o bebê fique posicionado abaixo do local recomendado e poderá dificultar a respiração dele, além de forçar as costas de quem o carrega.

✔ Rosto sempre visível: o rosto do seu bebê deve ficar sempre visível, nunca deixe o tecido fechar totalmente o rosto do bebê de forma que você tenha que abrir o sling para poder vê-lo.

✔ Posição adequada: a posição do bebê, em todas as idades, deve ser sempre a de cócoras, pois é a posição fisiológica e natural para ele: joelhos flexionados (acima do bumbum), bacia voltada para dentro e coluna arredondada para os bebês pequenos e grandes. Assento profundo como em uma rede, e bebê agarrado ao portador.

✔ Altura ideal: a altura ideal do bebê deve ser a do “beijinho”. Abaixe a cabeça, se conseguir beijar a testa ou a cabeça dele sem esforço, significa que encontrou a altura ideal.

✔ Queixo afastado do peito: o bebê nunca pode ser colocado de forma que o queixo fique para baixo, encostado no peito dele, pois isso, pode atrapalhar a respiração dele. Certifique-se de que há sempre um espaço de pelo menos um dedo de largura sob o queixo do bebê em relação ao peito dele.

✔ Posição horizontal: não é indicado carregar o bebê nesta posição, justamente porque o pano pode empurrar a cabeça do bebê para a frente fazendo que o queixo encoste no peito o que traz risco de fechar as vias respiratórias.

✔  Distribua bem o tecido: distribua bem o tecido pelo corpo do bebê evitando deixar dobras, siga corretamente as instruções de uso de cada modelo.

✔ Levar o bebê de frente: não é possível carregar o bebê de frente para o mundo e ainda assim manter uma posição fisiológica mesmo se for em um sling. Esta posição pode comprometer a correta postura do bebê, resultando em desconforto, super estimulação, além de poder ocasionar problemas mais graves no futuro. Os bebês maiores podem querer ver mais o mundo, nesses casos, você pode carregá-los na posição fisiológica no quadril e nas costas.

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply