Gente que auxilia, Grupos de Apoio

Conheça o Grupo Empoderar de Minas Gerais

O Grupo Empoderar é uma dessas iniciativas lindas que têm surgido pelo país em prol da humanização do parto. Uma das idealizadoras é uma amigona (virtual, mas amigona) Ana Oliveira, que vai contar o que é o projeto, suas motivações, objetivos e como fazer para participar.

“Ativismo: É a atividade de militância política nos diversos movimentos sociais.”

Assim sendo, pessoas são livres para lutarem pelo que acham ser importante no seu dia a dia, no seu município, estado e país. Nós, ativistas dos direitos das mulheres, principalmente no momento do parto, lutamos pelo respeito e dignidade ao gestar, parir e criar  os filhos. Nascer é o pontapé inicial da vida, e esse nascer tem e deve ser o mais respeitoso possível, pois as marcas desse “imprinting” ficarão para sempre na memória interna do ser humano, influenciando todas as áreas de sua vida.

Eu me tornei ativista do parto humanizado após ter sido submetida a uma cesariana sem necessidade e ter me sentido violada nos meus direitos e nos direitos do meu filho. Acredito que a mulher deve ser a protagonista da sua história, e não deixar levar-se por um sistema mercenário e ilustrado de desrespeito. Por isso, meu ativismo de sofá virou um projeto muito importante para a população da minha cidade, que conta com uma taxa alta de cesarianas por comodidade e falsas indicações.

Há algum tempo me propus a esse projeto. Adiei quase um ano o começo dele, mas agora percebi a falta que faz aqui. Somos carentes desses esclarecimentos, as mulheres e suas famílias necessitam saber como proceder durante esse processo gravidez-parto-maternidade num lugar onde opções de humanização são poucas, ou quase nenhuma. As mulheres precisam “tomar as rédeas” de suas vidas, e de suas escolhas.

O “Grupo Empoderar” é fruto de muito amor e dedicação, e é mais uma sementinha da humanização. Nosso primeiro encontro acontecerá dia 23 de fevereiro, na área da Prefeitura em João Monlevade-MG e será quinzenal, levando informação e acolhimento às gestantes e suas famílias. Nenhuma luta é em vão, a minha luta não será em vão. Informar e acolher são sinônimos de amor ao próximo, de respeito e dignidade. Esforços, tristezas, medos e angustias se tornaram um degrau para meu crescimento intelectual e para plantar a sementinha que deve germinar e florescer no coração da minha querida cidade.

“Então, quem não enxerga a potência transformadora de UMA mulher que tem seu parto como planejou, que tem seus desejos e direitos respeitados, que se transforma em ativista e traz consigo a vontade de ajudar outras mulheres no mesmo caminho, ou é cego ou não tem estado, de fato, junto às mulheres, ouvindo e aprendendo com elas. E elas não são “gotas no oceano”, mas verdadeiras tsunamis de energia para transformar.”

(Maíra Libertad, Enfermeira Obstetra).

“Para mudar o mundo, primeiro é preciso mudar a forma de nascer.”

(Michel Odent, Médico percursor do parto humanizado no mundo.).

Quem quiser mais informações, pode entrar em contato direto com a Ana pelo e-mail: naninha_jm@r7.com

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply