Gente que esclarece

Conflito entre a maternidade e a carreira por Aline Fardin

Atualmente é muito comum ver mulheres em conflito entre a maternidade e a carreira.

É compreensível, pois em muitos casos a profissão e o cargo atualmente exercidos vieram através de muito esforço e dedicação.

Quando a mulher se torna mãe, geralmente quer estar presente e vivenciar todas as conquistas e desenvolvimentos do seu filho.

O conflito se inicia ai, pois dependendo da profissão da mãe ela não consegue dar a atenção que gostaria ao seu filho.
Algumas mães conseguem se adaptar a esse modelo, outras entram em sofrimento e se culpam, pois gostariam de ter mais tempo com seu filho.

Se o sofrimento estiver grande e você perceber que não está dando conta sozinha, procure a ajuda de um profissional. Com orientação, comece a organizar seu emprego para ter planos de conseguir trabalhar menos horas nem que seja um dia da semana ou fazer Home Office às vezes. Cada empresa tem uma política, então vale a pena tentar.

Sabemos que cada mulher desenvolve sua forma de maternar, portanto um olhar único para esse momento de conflito é essencial.

O importante é que a mulher encontre um caminho para conciliar sua carreira e a maternidade.

Enquanto não pode fazer mudanças na sua rotina, esteja realmente presente na vida do seu filho, nem que seja somente uma hora por dia. Deixe celular de lado, olhe nos olhos do seu filho, brinque, converse e abrace. Se faça presente na vida dele, demonstre interesse pelo seu dia e por suas descobertas. E claro, não deixe também de colocar limites e dizer não, muitas mulheres, por terem pouco tempo com seus filhos tem dificuldades de se impor e lembre-se que ao dizer não e colocar limites você também demonstra amor pelo seu filho, afinal estará ajudando-o a se tornar uma criança emocionalmente saudável.

Encontrar o equilíbrio entre a profissão e a maternidade talvez seja um dos maiores desafios das mulheres na atualidade. Não é um período fácil, principalmente quando são pequenininhos, mas o amor que sentimos é o nosso combustível.

Sobre o Autor:

Aline Fardin Cabral

Mãe do Guilherme, casada com Marcelo, Psicóloga Clínica. Sócia fundadora do projeto Nosso Bem Maior, que é um projeto direcionado para pais encontrarem um caminho de apoio e serviços relacionados ao universo da maternidade/paternidade, desde o desejo da concepção até a educação de seus filhos.
Do site:



No Comments

Leave a Reply