Gente que esclarece, Rotina e Organização

Como manter a casa livre de perigo: cuidados e prevenções

Quem tem filho, principalmente pequeno, sabe que só um segundo é suficiente para que eles aprontem: subam em cima da estante, pulem do berço, etc. Por isso, os pais devem estar em vigilância constante, não só quando saem na rua, mas especialmente dentro do próprio lar.

A sua casa pode parecer um parque de diversões para esses seres tão inocentes e curiosos, para os quais tudo é uma nova descoberta. Mas a alegria deles de querer tocar ou sentir o novo pode ser o pesadelo dos pais: cada cômodo significando mais um lugar de riscos e os móveis e objetos de decoração, armadilhas em que seu filho pode se machucar.

Como em casa é onde as crianças passam a maior parte do tempo, ela deve ser segura e aconchegante e não mais um motivo de preocupação!

Separamos algumas precauções que você deve tomar em cada área da sua casa. Não é preciso muito – com algumas leves adaptações e cuidados terá um ambiente seguro e preparado para receber o seu pequeno da melhor forma possível.

Cuidados gerais

O mais importante é o exemplo dos pais – as crianças imitam os adultos então evite fazer coisas que não quer que seus filhos reproduzam. É importante ensinar porque eles não devem fazer algo ao invés de limitar-se apenas a proibi-los, mesmo que não entendam na prática tudo o que aquilo significa, fale sobre os perigos que correm ao fazer algo não condizente com a idade, como cozinhar.

Como as crianças menores não conseguem avaliar os riscos e qualquer objeto é um potencial brinquedo, cabe aos pais e familiares tomar providências para evitar que se machuquem, como:

• Não deixar que brinquem em lugares inapropriados e altos como laje, garagem e cozinha.

• Cobrir as tomadas com proteção de silicone e tentar deixá-las mais altas na parede (se estiver construindo), pois oferecem um alto perigo de choque. Também tome cuidado com fios desencapados.

• Instalar portões com travas nas escadas, no topo e na base, e utilizar redes se for vazada.

• Colocar redinhas de proteção, grades ou telas com espaço de no máximo 6cm em todas as janelas e sacadas, especialmente se mora em prédio ou sobrado.

• Evitar móveis com quina pontiaguda e utilizar proteções de silicone para arredondar os que possuem.

• Manter químicos e remédios longe e escondidos das crianças, que, por colocarem tudo na boca, correm perigo de intoxicação com esses itens.

• Não deixar objetos pequenos espalhados pela casa, especialmente no chão, como botões, bolinhas, moedas, tachinhas, preguinhos.

Cuidados em cada cômodo da casa

Quarto

No quarto do bebê, não coloque móveis como cama, berço, gaveteiro, trocador e prateleiras perto de janelas e sacadas, pois as crianças podem escalar, se debruçar e usá-los para alcançar a janela.

O colchão deve estar próximo à grade do berço (no máximo 2cm dela) pois a criança pode pôr o bracinho ou o rosto e sufocar. As barras devem estar a uma distância de no máximo 6cm, para evitar que o bebê coloque e prenda a cabeça no meio e ter por volta de 6cm de altura, para evitar que escalem para fora. Por mais que sejam bonitas para enfeitar, não utilize almofadas e travesseiros fofos de berço, pois os bebês podem entrar debaixo deles e se asfixiar, e também não deixe brinquedos dentro dele.

Guarde os brinquedos em lugares baixos, ao alcance da criança. Se estiver no alto, ela pode tentar escalar e se o móvel for instável ou muito leve – como uma mesinha de canto, um criado mudo ou uma estante não pregada na parede – ele pode tombar sobre a criança e machucá-la. Por isso, certifique-se de que os móveis estão bem fixos: encoste-os e, se puder, prenda-os à parede.

Para o quarto dos adultos, compre travas de segurança para instalar nas portas dos armários, já que os pequenos adoram explorar o ambiente e podem assim ter acesso a coisas indevidas.

Juhan Sonin/Flickr

Banheiro

Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada, para que as crianças não joguem nada dentro, não tomem a água da privada e não caiam ao se apoiarem. Para evitar ter que descobrir como desentupir privada pode também colocar uma trava de segurança no vaso, encaixando uma parte na louça e outra na tampa.

O mesmo vale para a banheira cheia. Não deixe os bebês sozinhos na hora do banho, pois mesmo alguns segundos longe podem ser suficientes para um afogamento, então segure bem seu filho e, logo após, esvazie e deixe a banheirinha virada para baixo e utilize tapetes antiderrapantes dentro do box.

A tampa do lixo também deve estar sempre fechada, senão a criança pode pegar sujeira e colocar na boca. O saco plástico deve estar dentro e bem preso, pois pode causar asfixia. E não esqueça a sua chapinha ligada, nem produtos de higiene e beleza espalhados pela pia ou ao alcance da criança, pois podem ser tóxicos para ela.

Cozinha

Cozinha não é lugar de criança! Como este local é muito propício a queimaduras, mantenha a porta sempre fechada ou use um cercado para impedir a entrada. No fogão, deixe as panelas preferencialmente nas bocas de trás e com o cabo voltado para dentro, pois se estiverem para fora, as crianças podem puxar e deixar cair o alimento ou água quente sobre elas, o que pode causar queimaduras sérias.

Evite toalhas de mesa compridas, que sobram para os lados, pois as crianças podem puxar e derrubar tudo o que estiver sobre a mesa em cima delas, incluindo facas. Essas, inclusive, e outros objetos pontiagudos não devem ser deixados sem vigilância nem em lugares de fácil acesso. Guarde sempre objetos cortantes em gavetas altas e com travas de segurança para que os pequenos não consigam abrir.

casa-segura-02

Sala

Não deixe cadeiras perto das estantes e muito menos de janelas, de novo para evitar que escalem. Prefira móveis redondos para evitar as quinas daqueles quadrados ou retangulares e evite as mesas com tampa de vidro. Cuidado com as cortinas e persianas com cordinhas, pois as crianças podem se enrolar no fio, correndo o risco de estrangulamento. O mesmo vale para fios de telefone.

Fique atento também com os fios de eletrodomésticos ligados e que ficam no meio do caminho, a criança pode tropeçar e, além do risco da queda, o objeto pode cair sobre ela. Falando em fios, é muito comum as pessoas deixarem o carregador de celular ou tablet ligado na tomada e a outra ponta solta, a qual as crianças podem pôr na boca e tomar um choque, então, depois de carregar seus aparelhos, sempre retire e guarde os fios.

Lavanderia

Aqui há o perigo de intoxicação por produtos de limpeza, então deixe-os fora do acesso das crianças, em lugar alto e sempre fechado. Um ponto muito importante é não armazenar produtos químicos em outras embalagens, especialmente garrafas de refrigerante, pois isso pode confundir a criança. E outro cuidado a ser tomado é com o ferro quente. Também mantenha inflamáveis, como fósforo, longe dos pequenos para evitar queimaduras.

Também não deixe baldes com água dentro, sempre os esvazie após usar e deixe-os virados para baixo.

Quintal

Se tiver piscina, adquira uma tela protetora móvel ou faça um portãozinho para impedir o acesso de seus filhos, aqui o risco é claro: o de cair e se afogar. Não deixe entulhos guardados no quartinho ou jogados no quintal, além do perigo da criança querer brincar com coisas que não deve, eles podem juntar bichos venenosos como escorpião ou aranhas.

Então não acumule móveis, objetos velhos, materiais de construção (como telhas, pilhas de tijolos e madeira), doe-os, descarte-os ou leve para um depósito. Por fim, mantenha a grama do jardim sempre cortada – atenção para as plantas venenosas e com espinhos.

Além disso, atenção ao deixar a caixa de ferramentas aberta e pregos soltos, pois as crianças podem engolir ou colocá-los em seus orifícios como nariz e orelha.

Para evitar acidentes, trabalhos e dores de cabeça desnecessárias – como desentupir privada – tome das devidas precauções e siga as medidas preventivas de que falamos.

Assim, os pequenos ficam seguros e os pais tranquilos! Mas, caso algum acidente aconteça, procure ajuda médica imediata e deixe a lista de contatos e números de telefone de emergência sempre atualizada e em local de fácil acesso para ser mais rápido.

Sobre o Autor:

Redação

Do site:



No Comments

Leave a Reply