Gente que esclarece, Infância

5 perguntas e respostas sobre sonecas e sua importância

As sonecas fazem parte da rotina e ajudam a regular o sono da criança como um todo. Elas influenciam na disposição, no humor e até na alimentação dos pequenos. Por isso, confira 5 perguntas e respostas que podem ajudar a garantir boas sonecas e melhor qualidade de vida para a sua família. As informações são das consultoras em sono da Maternity Coach.

1 – Quanto tempo de soneca (teoricamente) seu filho deve fazer?

Essa é uma preocupação muito comum. A tabela mostra uma média de sono que a criança precisa ter, de acordo com a idade. Com o passar do tempo, a necessidade de sono diurno vai diminuindo, e consequentemente a janela de sono (tempo em que o bebê consegue ficar acordado) aumenta. Uma soneca adequada precisa durar no mínimo 45 minutos, ou seja, seu filho precisa completar pelo menos um ciclo de sono em cada cochilo.

Além da idade, o comportamento do seu pequeno deve ser observado. Um bebê de 14 meses pode fazer duas sonecas curtas de 40 minutos e ficar bem, enquanto outro, da mesma idade, pode ainda precisar de duas sonecas de 90 minutos cada.

sonecas

2 – Por que as sonecas curtas são tão frustrantes?

Só quem é mãe entende tal problema, então, saiba que você não está sozinha:

– As mães não conseguem ter uma hora de real sossego durante o dia (para tomar um banho, fazer algo na casa, almoçar, ler um livro ou mesmo ir ao banheiro!);

– Sonecas curtas geralmente picam o sono noturno, levando as mães à exaustão em pouquíssimos dias;

– Bebês que não entram em sono profundo com facilidade geralmente chegam ao fim do dia irritados, chorões e, mesmo que durmam bem de noite, levam muito tempo para adormecer, acordando várias vezes até realmente embalar no bom sono noturno.

3 – Por que as sonecas são curtas? Existe alguma forma de resolver? 

Confira as principais razões do seu bebê não dormir de dia:

– Associações erradas de sono: geralmente bebês que são colocados no berço ainda acordados e conseguem se auto-confortar têm um padrão de sono melhor durante o dia e conseguem dormir por pelo menos uma hora.

– Fome: se seu bebê adormece perto do horário de mamar, esta pode ser a razão do despertar. Fazer uma agenda com os horários de mamada pode ajudar a colocar seu bebê para dormir pelo menos uma hora antes da próxima mamada.

– Estimulação: bebês são muito curiosos por natureza. Tudo é novo e é bastante comum que eles fiquem muito estimulados, fazendo com que o corpo fabrique um hormônio chamado cortisol (hormônio do estresse). Acalmar seu bebê pelo menos 30 minutos antes do horário da soneca pode ajudá-lo a ter um sono de mais qualidade.

– Falta de rotina: muitos pais preferem deixar que os bebês ditem a rotina. Isso pode funcionar para muitos bebês – porém, se seu filho não consegue dormir durante o dia, a falta de previsibilidade pode ser uma das razões. O ideal é que ele tenha horário para dormir e mamar e, mesmo na livre demanda, os bebês têm um certo padrão de comportamento, que pode ser usado como guia para que os pais observem a janela de sono. Assim, conseguirão colocar seu bebê para dormir na hora certa, antes que ele passe do ponto, ou mesmo não esteja preparado para dormir.

4 – Existe alguma diferença entre as sonecas da manhã e da tarde?

A soneca da manhã tem uma maior duração de sono REM, ou seja, sono de sonhos. É um sono mais agitado e sua função principal é a de desenvolvimento cerebral. Esta soneca ajuda muito na memória, concentração e aprendizado. Já a soneca da tarde tem um pouco mais de sono profundo, e, portanto, é uma fase necessária para que o bebê descanse o corpo das atividades que fez durante o dia (além de ajudar no crescimento, na restauração do corpo e no fortalecimento do sistema imunológico).

5 – Até quando seu filho precisa dormir durante o dia? 

Muitos estudos indicam que o bebê precisa dormir durante o dia até os 3 anos, porém algumas crianças ainda precisam desta pausa até os 5 anos. É muito importante ressaltar que o sono da noite não substitui as sonecas. Um bebê que dorme a noite toda precisa, sim, dormir durante o dia. Além disso, o intervalo de tempo em que ele passa acordado afeta diretamente seu comportamento, humor, alimentação e qualidade do próximo sono.

* Da assessoria

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply