Filhos, Gente que esclarece

20 dicas sobre o que NÃO fazer ao organizar a festa do filho

Até a realização da festa do seu filho, existe um caminho a ser percorrido que pode ser mais fácil se não cometermos alguns erros. Planejar, organizar e escolher os detalhes pode fazer uma grande diferença no resultado. Por isso deixo aqui algumas dicas que podem ajudar:

1- Deixar para última hora
Acho que este é o mais clássico. Procure iniciar o planejamento da festa com pelo menos 3 ou 4 meses de antecedência para que você possa pesquisar local, fornecedores, tema e fazer a lista de convidados. Comece planejando o orçamento que você tem para investir, e a partir daí pode decidir a quantidade de convidados e local.

2- Escolher fornecedores a partir do preço
Outro erro que pode impactar muito na sua festa. Da mesma maneira que ir sempre pelo mais barato pode sair caro, o oposto pode ser verdadeiro. Não é porque um produto ou serviço é caro que ele é de boa qualidade. O ideal é você pedir indicações de pessoas que você confia e também pesquisar fornecedores de festas que você foi e gostou. A partir daí você já tem uma lista mais confiável para fazer sua pesquisa.

Referência confiável faz muita diferença!

Referência confiável faz muita diferença!

3- Deixar para convidar em cima da hora ou com muita antecedência
Quando você convida as pessoas muito próximo da data da festa, você corre um grande risco de muitos já terem programações para o dia e não poderem comparecer. Procure fazer o convite, que pode ser por what’sapp, telefone, e-mail, rede social ou pelo tradicional convite de papel, com pelo menos 30 dias de antecedência, para que todos possam se programar e comemorar com você. Um ideia muito bacana, é enviar um save the date com um mês e meio de antecedência e faltando um mês a vinte dias, o convite oficial.

4- Não confirmar presença
É importante pedir aos convidados que confirmem presença ou não na sua festa, pois mesmo com a confirmação, em média, apenas 70% comparece, e assim, você pode programar melhor a quantidade de comida e bebida para não sobrar muito e muito menos faltar. No convite, deixe disponível um meio fácil para que seu convidado possa se comunicar com você e fazer a confirmação ou não.

5- Não considerar as particularidades dos seus convidados
Ao fazer a lista de convidados, é importante saber se existem pessoas alérgicas/intolerantes a algum tipo de alimento como leite, quem é vegetariano, opções saudáveis para crianças pequenas, por exemplo, e tentar oferecer algo que agrade à maioria dos paladares dos seus convidados e seja possível que todos comam sem restrições, nem que tenha algumas opções só para os convidados que se enquadram neste perfil. Hoje em dia, muitas pessoas dão muito valor para comidas e doces mais saudáveis principalmente em festas infantis, mas isso não quer dizer que quem não está acostumado, não possa gostar e comer, no entanto, principalmente os mais velhos, não estão acostumados e podem não se sentir muito à vontade, por isso, é bom ter alguma saída com comidas mais tradicionais para agradar à maioria. Afinal, se você os convidou, é porque são importantes pra você, e por isso merecem toda a consideração.

6- Esquecer da água
Já fui em festas em que não tinha ou tinha pouca água e não tinha nenhum suco, e como eu procuro não beber refrigerante, me senti muito mal em não poder beber algum líquido, ou simplesmente tive que partir para o refrigerante mesmo. Por isso, é sempre importante ter pelo menos água como opção, principalmente em épocas quentes. Este item entra um pouco no anterior, pois quem organizou, esqueceu-se de considerar uma necessidade básica de todos, não por mal, mas provavelmente por falta de planejamento.

Água a disposição e à vista

Água a disposição e à vista

7- Fazer tudo sozinho
Essa vale muito pra mim mesma, eu sempre tive dificuldade em pedir ajuda, mas depois que tive meu filho, vi que isso não me pertencia mais, rs. Sempre temos alguém a nossa volta que adora ajudar e quer estar presente, de coração mesmo, portanto, temos que aproveitar e permitir que essas pessoas ajudem, seja mãe, sogra, tio, irmão ou irmã, amigos, pois com certeza todos ficarão orgulhosos e felizes de poder participar de um momento especial como o aniversário do seu filho, seu chá de bebê, de cozinha, ou a comemoração que seja. Permita-se ser ajudado e compartilhe essa felicidade!

 

j-h-1-ano_postar-184

Junto é mais gostoso!

8- Ter um plano B
Este item é especialmente importante para festas planejadas para serem ao ar livre. Mais importante do que confiar na previsão do tempo, é NÃO confiar, rs. Por isso, você precisa ter um outro local coberto para onde correr caso chova, ou deixar escrito no convite, que se estiver chovendo a festa será em outro lugar.

9- Não contratar um fotógrafo
Durante a festa, dificilmente você vai se lembrar de todas as fotos que gostaria de tirar e muito provavelmente, suas fotos não ficarão com a mesa qualidade das de um profissional. Portanto, acredito que é um investimento que vale a pena, afinal, ninguém melhor que um profissional para lembrar das fotos mais importantes e captar os momentos mais naturais e espontâneos da festa, que na verdade, são as fotos mais bonitas. Se no seu orçamento não tiver verba para este serviço, sugiro que converse com algum parente ou amigo que goste de tirar fotos e faça este favor pra você se você tiver intimidade suficiente para isso, claro.

Fotos espontâneas são as melhores!

Fotos espontâneas são as melhores!

10- Escolher um tema que não tem a ver com seu filho
Se a festa é do seu filho, então você deve escolher junto com ele, se ele já tiver consciência, ou escolher por ele algum tema que tenha a ver com os gostos dele. Não adianta escolher um tema porque você sempre teve o sonho de ter uma festa “assim ou assada”. Imagine a carinha dele quando vir que realmente a festa foi pensada pra ele! Se ele já tiver idade, envolva-o nos preparativos. As crianças adoram se sentir úteis e ele vai ter muito orgulho de dizer o que ele fez!

mundo-bita18

Esse pequeno ama Mundo Bita!

11- Não planejar a decoração com antecedência
Se você resolveu fazer toda a decoração da festa, é importante fazer uma pesquisa com várias referências do que você gosta (o site Pinterest é ótimo para isso), comprar/alugar/fazer todos os enfeites com antecedência, e de preferência, fazer uma pré-montagem na sua casa e fotografar para quando chegar no local ou no dia (se a festa for em casa mesmo), saber onde vai cada coisa e não perder tempo. Se for possível montar a maior parte um dia antes, melhor ainda. Decoração demanda muito tempo e habilidade e fazer tudo no mesmo dia pode ser muito complicado. Caso você contrate um profissional, siga a dica número 2 e com certeza os preparativos serão mais tranquilos.

12- Não definir como a comida/bebida será servida
Se você vai contratar garçons, tudo bem. Mas se você vai fazer como na maioria das festinhas e deixar os convidados se servirem, é importante ter uma boa logística pra isso, seja deixar uma mesa só com os salgados com muito pratinhos e bandejas para que todos possam se servir à vontade, ou revezar com alguém que se proponha a ajudar e servir as mesas. Deixe logo ao lado da mesa de comidas, ou na mesma mesa, as bebidas com fácil acesso. Reponha os salgados e se possível quentinhos. Acho que a melhor opção é a segunda, afinal, você curte mais a festa e se preocupa apenas com a reposição, podendo contar com a ajuda de algum parente ou amigo.

Tudo organizado fica muito mais fácil para os convidados

Tudo organizado fica muito mais fácil para os convidados

13- Não planejar a hora do parabéns
Parece bobeira, mas esta dica é bastante importante. Se você deixar para cantar parabéns muito tarde, pode ter convidados que já foram embora ou seu filho pode estar cansado. Se cantar muito cedo, pode ter gente que ainda não conseguiu provar todos os salgados. Como uma festa em geral costuma durar 4h, o ideal é cantar parabéns entre três e três horas e meia depois do início da festa.

14- Fazer lembrancinhas contadas ou em pouca quantidade
É sempre bom lembrar-se de fazer uma quantidade um pouco maior de lembranças para ninguém ficar sem, pelo menos 15% a mais do que o número confirmado, além também planejar as lembranças de acordo com a idade de quem vai receber. Por exemplo: você não deve dar guloseimas de lembrança para crianças menores de dois anos, é melhor pensar em algum tipo de brinquedo, que com certeza será mais útil.

Lembranças organizadas para todos e mais um pouco

Lembranças organizadas para todos e mais um pouco

15- Deixar o som muito alto
Não há nada mais desagradável do que uma festa com som muito alto, afinal ninguém consegue conversar direito. Por isso, deixe em um volume agradável como som de fundo, a não ser, é claro que haja um espaço só para dançar por exemplo, e que não atrapalhe as pessoas que estão no salão conversando.

16- Fazer cálculo errado de comida e bebida
Tão ruim quanto faltar comida, é sobrar. Mas convenhamos que faltar é pior, né, rs! Pois então, para isso é necessário confirmar a presença dos convidados e calcular uma porcentagem a mais do que os que foram confirmados, só pra garantir que não vai faltar e nem sobrar muito.

17- Centro de mesa muito alto
Este também é um clássico! Colocar enfeites tão altos que quem está sentado na mesa não consegue se enxergar para conversar.

Centro de mesa fofo e confortável pra todo mundo

Centro de mesa fofo e confortável pra todo mundo

18- Marcar a festa na hora que seu filho dorme
Se seu filho ainda é pequeno, provavelmente ele tem os horários das sonecas mais ou menos definidos, por isso é importante marcar a festa em um horário que ele certamente não estará dormindo. Se não tomar este cuidado, é muito possível que seu filho durma durante boa parte da festa ou que ele fique choroso e cansado.

19- Querer que tudo seja perfeito
De nada adianta planejar toda a festa com antecedência e não saber lidar com imprevistos. Encare de forma leve e tenha jogo de cintura. Aproveite a festa e deixe os convidados à vontade para se divertirem com você!

20- Querer agradar todo mundo
Quando planejamos uma festa, com certeza queremos que todos saiam satisfeitos e que falem bem de tudo, mas infelizmente não é possível agradar a todos. As pessoas são diferentes e têm prioridades diferentes, nos cabe ter empatia e enxergar o lado do outro. Se alguém não gostou de algo, não vale a pena ficar remoendo, você fez o melhor que pôde e foi isso. Apenas pense se foi com razão ou não. Se foi, você melhora na próxima, se não foi, paciência.

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply