Conversa Materna, Experiências, Gente que compartilha

10 desejos (de mãe) para o ano novo

Desde que me tornei mãe, é inevitável que todos meus desejos para um ano novo não tenham relação com minhas filhas. Até mesmo aqueles que parecem não ter nada a ver, no fundo, no fundo vão gerar consequências indiretas no meu modo de maternar.

Mesmo assim, gosto de separar uma listinha para minha função “mãe”, aquelas coisas que desejamos e tem relação direta com nossos filhos, sejam metas para alcançar, algo em nós para melhorar, ou simplesmente um bem  que gostaríamos que acontecesse.

Para 2015, ficou mais ou menos assim:

#1 – Menos agenda…mais compromissos: um ano com mais momentos em família e sei que muitos desses momentos não surgem, é preciso criá-los, inventá-los, adaptá-los em nossa rotina e ter compromisso com eles.

#2 – Menos Whats…mais conversas: eu amo tecnologia, trabalho com ela e graças a ela tenho a possibilidade de trabalhar de casa e mais perto das meninas, mas que muitas vezes ela rouba nosso tempo, isso acontece. Então um ano com mais conversas antes de dormir.

#3 – Menos palpites…mais evidências: quanto mais informação a gente têm melhor mais conscientes são nossas escolhas. Entender a infância e a maternidade em sua essência do ponto de vista científico e de outras famílias só aumentam nossa tranquilidade ao escolher nossos próprios caminhos. Um ano com mais livros, mais compartilhamento de boas informações.

#4 – Menos Mulher Maravilha…mais mãe: aceitar mais nossa humanidade, nos cobrar e culpar menos, bem menos.

#5 – Menos sufoco…mais equilíbrio: nesse primeiro ano da de vida da Isadora e a mudança toda de rotina da Júlia com a chegada da irmã, foi hora de me dedicar à elas, para o ano novo, equilibrar um pouquinho mais a vida é uma das metas.

#6 – Menos sofá…mais parque: simmm, um ano com mais disposição e atividades ao ar livre.

 

#7 – Menos protocolos…mais empatia: um ano com mais empatia com nossos pequenos, mais disciplina positiva, mais paciência.

#8 – Menos planejamento…mais leveza: planejar é importante, mas deixar a vida levar um pouco a gente também é. Que possamos aprender mais isso com as crianças.

#9 – Menos desculpas…mais vida: um ano com mais cocegas, cheirinhos no pescoço, soneca compartilhada, deitar no tapete e menos desculpas de que não temos tempo.

#10 – Menos pessimismo  …mais sonhos: um ano cheio de aprendizados, de conquistas, de sonhos realizados, sejam de qual tamanho eles sejam.

 

 

Sobre o Autor:

Do site:



No Comments

Leave a Reply